COMPRE SEU INGRESSO PARA
O MAIOR EVENTO DE MARKETING DIGITAL DA AMERICA LATINA COM

DESCONTO ESPECIAL - COmpre agora

Descubra os segredos para criar categorias e links internos que o Google adora

Em 2017, a tendência é que o cenário do marketing digital fiquei ainda mais competitivo. Se você não quer correr o risco de ficar para trás, leia este artigo e descubra os segredos para criar categorias e links internos que o Google adora.

COMO CRIAR CATEGORIAS DO JEITO QUE O GOOGLE ADORA

Otimizar sua página de categorias é uma etapa chave de seu sucesso online. Isso não significa copiar seus concorrentes ou seguir cegamente os estudos de caso. Trata-se de coletar e analisar dados de seu site, da indústria e das melhores práticas sugeridas pelo Google.

Assim você tomará decisões e ações informadas em sua loja virtual. Teste suas ideias e observe como seu público-alvo reage às alterações. Não baseie suas escolhas em intuição ou adivinhação: teste.

  • Use uma “Categoria Mãe”: Crie uma “categoria mãe” para as subcategorias dentro dela. Não basta simplesmente inserir um rótulo de texto; é preciso criar uma página de arquivo e um link para navegação.
  • Organize as categorias por hierarquia: Algumas subcategorias podem facilmente serem identificadas como categorias mães. Nesse caso, inclua-as através de hierarquia ou transforme-as em categorias mães, de fato.
  • Crie subcategorias: Verifique se as suas subcategorias estão listadas em todas as categorias mãe apropriadas. Certifique-se de que suas subcategorias estão listadas em todas as categorias apropriadas, mesmo que isso signifique que elas estejam presentes em várias.
  • Nomeie as categorias objetivamente: Nomear suas categorias de maneira abstrata, apoiando-se em nomes divertidos ou aleatórios, é inútil. Além de não informar o usuário sobre sua relevância para a pesquisa, isso definitivamente os faz ignorá-lo. Escolha palavras descritivas e estritas.
  • Otimize os filtros dos produtos: Usar filtros é uma ótima maneira de ajudar os usuários a restringir suas escolhas e tomar uma decisão de compra. Ao criar seus filtros pense sobre os atributos que as pessoas aplicariam aos seus produtos (cores, tamanhos, tipos).
  • Minimize a desorganização nas páginas de categoria: Não caia na armadilha de pensar quanto mais produtos e categorias, maior a receita. Só porque você adiciona mais filtros ou um recurso de classificação mais complexo, isso não faz com que seus usuários naveguem melhor. Entenda como seus visitantes conceituam seus produtos e aprenda com a experiência de compra deles, otimizando seu site a partir daí.
  • Insira um campo box para pesquisas: Quando se trata de criar alta conversão nas páginas de loja virtual, a busca interna é o sua melhor amiga. A maioria das plataformas de comércio eletrônico tem o box para pesquisa como recurso padrão, mas isso muitas vezes não é suficiente. Com isso em mente, certifique-se de que você está considerando recursos de pesquisa avançada e ajudando os usuários a encontrar o que procuram.
Não deixe o robô confuso!

COMO CRIAR LINKS INTERNOS DO JEITO QUE O GOOGLE ADORA

Os links internos são links que direcionam uma página em um determinado domínio para uma página diferente no mesmo domínio. Eles são comumente usados na navegação principal.

Esses tipos de links são úteis por três razões: permitem que os usuários naveguem por um site com facilidade, ajudam a estabelecer hierarquia de informações no site e fortalecem o ranqueamento.

  • Arquitetura dos links: Os mecanismos de pesquisa precisam ver o conteúdo para listar suas páginas nas páginas de resultado. Eles também precisam ter acesso a uma estrutura de link rastreável, que permite que os bots encontrem todas as páginas em um site. Essa estrutura tem a quantidade mínima de links possíveis entre a página inicial e qualquer outra página. Isso é particularmente útil, porque aumenta o potencial de classificação de cada página.
  • Use links relevantes: Quando você cria um link interno, você está dizendo ao motor de busca que aquilo é potencialmente relevante para o seu visitante. Linkar para conteúdos que realmente estejam relacionados é essencial para manter as boas práticas de links internos.
  • Interligue suas landing pages: Essa é uma ótima maneira de dimensionar seus esforços e de impulsionar sua escalabilidade. Isto porque cada vez que você construir um link de entrada para uma landing page, esse acesso fluirá  subsequentemente  para outras landing pages, multiplicando assim seus esforços. A maneira mais fácil de interligá-las é adicionar uma lista de "links relacionados" no final de uma página ou em uma barra lateral.
  • Use textos âncora: Os textos de âncora são usados para colocar o hiperlink em suas postagens. Usá-los adequadamente pode fazer com que seus links internos pareçam bons aos olhos do Google. Eles também ajudarão os leitores a saber o que o link contém antes de abri-lo.

COMO ATENDER AS PRINCIPAIS PRÁTICAS DE SEO DO GOOGLE NO SEU SITE

  • Conteúdo de qualidade: É praticamente um clichê dizer isso em 2017, mas se você quiser ter alguma chance de obter o tráfego do Google, você precisa ter alta qualidade, conteúdo original e exclusivo publicado em seu site.
  • Gerar engajamento através das redes sociais: Seu conteúdo precisa se destacar e a única maneira de fazer isso é através do engajamento com a audiência. Embora nunca tenha dito diretamente, o Google já sugeriu diversas vezes que a melhor maneira de promover um conteúdo é através das mídias sociais.
  • Não violar as diretrizes dos buscadores: A violação das diretrizes do Google pode acontecer quando você não está familiarizado com elas ou faça, intencionalmente algo que as viola. Por isso tome seu tempo e leia com cuidado as diretrizes estabelecidas.
  • Mantenha seu Conteúdo atualizado: Diferencie-se de sua concorrência mantendo o seu site atualizado, com conteúdos de alta qualidade e de alta relevância, publicados em uma base regular.
Para conhecer e atender às principais práticas de SEO do Google no seu site, acesse o guia elaborado pelo próprio motor de busca.

Não há segredos para obter uma boa posição nos resultados de pesquisa dos motores de busca. Se você quiser aparecer na primeira página do Google e manter uma alta taxa de tráfego orgânico, você precisa jogar pelas regras.

Abandone quaisquer técnicas SEO para geração de links Gray Hat ou Black Hat. Ignorar as boas práticas estabelecidas pelo Google é um tiro no pé, que pode vir em forma de penalização ou até mesmo banimento do seu site.

Foque naquilo que realmente importa: fornecer conteúdo relevante, altamente direcionado e de maneira consistente aos seus usuários. Faça isso e você terá sucesso.

Assine nossa newsletter para não perder nenhuma atualização. Até a próxima!

Formulário Completo
Primeiro Nome*
Sobrenome*
Site*
E-mail*
Celular*
Telefone*
Empresa*
CNPJ*
CPF*
Ecossistemas*
Qual Serviço Você Tem Mais Interesse?
CEP*
Endereço*
Nro*
Cidade*
Estado*