COMPRE SEU INGRESSO PARA
O MAIOR EVENTO DE MARKETING DIGITAL DA AMERICA LATINA COM

DESCONTO ESPECIAL - COmpre agora

A Nova onda de Mulheres Empreendedoras vem ainda mais forte

Notou que com o passar do tempo, cada vez mais aumenta o número de mulheres empreendedoras de países com economias em desenvolvimento, como o Brasil. Ainda que maioria dos homens se tornem empreendedores por oportunidade, as mulheres criam o próprio negócio por necessidade.

Mas qual necessidade do empreendedorismo feminino?

Bom, isso é difícil de generalizar pois cada caso é um caso. Em suma, mulheres optam pela independência em vários aspectos e qualidade de vida que podem ter e propiciar para a família (pela proximidade). Mais do que nicho de mercado, o boom do empreendedorismo feminino, especialmente na geração Y, representa uma importante tendência sócio econômica. 

Essa 'nova onda' entre as mulheres busca independência financeira e afirmação de valores femininos na hora de empreender. Cada vez mais é importante conhecer sua importância no cenário econômico, e primordialmente as razões que as mulheres têm para empreender e ainda revelar uma parcela das particularidades do empreendedorismo feminino.

Principais motivos que levam as mulher a se tornar sua própria chefe

Autonomia

Muitas coisas melhoraram para as mulheres em suas carreiras, mas em indústrias e companhias elas ainda têm tido dificuldade em alcançar cargos de liderança. Em seus negócios, elas podem ser suas próprias chefas e não precisam enfrentar barreiras para evoluir, além de terem melhor controle de suas agendas, prioridades e compromissos.

Criatividade

Para muitas empreendedoras, o confinamento exigido pelo trabalho corporativo não permite que elas abram as asas criativamente. Então é no próprio empreendimento que elas encontram a autonomia de apostar em táticas inovadoras.

Independência financeira

Muitas mulheres atualmente não se satisfazem apenas com a posição de gestoras do lar e estão buscando a independência financeira, o negócio próprio é a melhor maneira de conquistá-la. Até mesmo para aquelas que trabalham em tempo integral em um emprego e cuidam simultaneamente de um empreendimento, a liberdade financeira é um grande motivador.

Mais tempo e proximidade com a família.

Dentro do setor empresarial, as mulheres não encontram facilidades para conciliar a maternidade com a vida profissional e algumas preferem abdicar de suas carreiras para focar em cuidar da família.

Tornar-se empreendedora é uma forma mais fácil para as mulheres conseguirem prover suas famílias financeiramente e também estarem presentes na vida de seus filhos.

As mulheres estão em busca de um trabalho com propósito e significado para elas.

O que se faz, deve ter sentido.

Propósito e paixão são duas palavras extremamente importantes para mulheres empreendedoras. A maioria quer sentir que sua iniciativa faz a diferença e tem um impacto positivo no mundo e que seus conhecimentos não sejam ofuscados ou deixados de lado em uma empresa que não credita no verdadeiro potencial dessas mulheres.

Não podemos negar o crescimento da liderança feminina em muitas empresas. Ainda que em menor quantidade do que os homens, não é raro encontrar mulheres assumindo cargos no alto escalão das companhias ou abrindo o próprio negócio. É essencial a presença de mulheres participando dos processos decisórios das empresas, liderando e, principalmente, opinando sobre questões que elas dominam.

A liderança feminina não é somente uma questão de gênero, mas também uma questão de negócios e sobrevivência para as empresas.

Em relação aos homens, que são considerados mais competentes em assuntos relacionados a negócios, a discriminação torna mais difícil para as mulheres encontrar um ambiente propício para o desenvolvimento dessas habilidades. Esse cenário é ainda pior em setores como tecnologia e informática, nos quais a presença feminina é extremamente baixa.

Existem diversos estímulos e redes de apoio ao empreendedorismo feminino.

Jogo de Damas é um exemplo de como boas ideias e boa vontade podem mudar o mundo dos negócios. Empoderamento econômico e profissional feminino pela disseminação de conteúdo e informação multiplataforma: site, eventos, workshops e programa de mentoria para mulheres empreendedoras são o gancho de chamada da iniciativa.

Existem outras iniciativas listadas pela fundadora do site para auxiliarem o crescimento das empreendedoras brasileiras:

Mulheres na Computação

Programa 10 mil mulheres da FGV / Goldman Sachs

Programa Winning Women

Prêmio Sebrae Mulher de Negócios

Aqui na 33AMD temos um caso de uma empreendedora, em especial. Fundada por uma mãe dividida entre a carreira profissional e família, Leila Guimarães resolveu arriscar e abrir mão de um trabalho estável pra começar uma empreitada inicialmente tímida em redes sociais de uma nova tendência no mundo capilar. Foi assim que nasceu a Loja Jube, hoje um nome conhecido e respeitado no mercado de cosméticos.

Quem decide seguir a trilha de empreendedora ganha já de imediato a autonomia de sua força de trabalho. Em outras palavras, é livre para colocar preço e prestar serviço a quem desejar, além de ter uma mobilidade muito maior para decidir sua jornada de trabalho e conciliar com compromissos pessoais.

Aqui vão algumas dicas para você ter sucesso nesse empreitada:

  • Decida o que você quer fazer com as ferramentas que possui;
  • Estipule este objetivo, isso irá motivá-la;
  • Tenha um espaço exclusivo para o trabalho;
  • Desenvolva um plano de negócios e as estratégias de ação e marketing para sua empresa;
  • Procure formalizar sua empresa;
  • Invista em marketing online, pois é o meio mais eficiente e metrificado;
  • Sempre busque novos clientes.

IMPORTANTE: Separe as finanças pessoais das empresariais.

É imprescindível se planejar financeiramente. Uma empreendedora sensata nunca abre uma empresa que tenha um custo mais elevado do que aquilo que se tem a oferecer. Tenha noção de que o capital gerado por ela não deve ser utilizado para fins pessoais. Misturar os gastos pessoais com a empresa pode te prejudicar com o fracasso da empresa por má-gestão e ainda acumular dívidas pessoais sem uma renda para cobrí-las.

Para isso basta uma boa ideia, um plano de execução, um computador, internet para fazer de você uma empreendedora de sucesso.

Assine nossa newsletter e continue acompanhando o blog. (:

Até a próxima!

Formulário Completo
Primeiro Nome*
Sobrenome*
Site*
E-mail*
Celular*
Telefone*
Empresa*
CNPJ*
CPF*
Ecossistemas*
Qual Serviço Você Tem Mais Interesse?
CEP*
Endereço*
Nro*
Cidade*
Estado*